CinemaXunga

Desde 24 de Junho de 2003

The Devil’s Rejects (2005)

devilsrejects Sou grande fã de Rob Zombie desde 1992. Não do realizador, mas do músico. Um dos meus albuns preferidos continua a ser “La Sexorcisto: Devil Music Volume One”, mesmo depois de tanto ano. Ainda hoje ouço com alguma frequência el gran exito Thunder Kiss ’65 ou o fabuloso Black Sunshine. Era do tempo em que todos tínhamos CDs legais e comprados e se os queríamos piratear tinha que ser em cassete, crómio de preferência.

Depois ainda lançaram “Astro Creep: 2000 – Songs of Love, Destruction, and Other Synthetic Delusions of the Electric Head”, mas aquilo já tinha um bocado de cagança a mais. Depois disso Rob Zombie pôs-se no caralho e começou a editar a solo. Depois virou realizador… Mas pronto, tirando esta secante introdução, só quero dizer que quem conhece o universo de um senhor que tinha títulos como “El Phantasmo and the Chicken-Run Blast-O-Rama”, “Blur the Technicolor” ou mesmo “Welcome to Planet Motherfucker” não fica nada impressionado ou surpreso com a sua obra como realizador.

Este filme é uma encapuçada (ou encapuzada como se diz agora) sequela do House of 1000 Corpses de 2003. Era um filme cru e duro, nada de especial, mas não fazia parte daquele circuito teen horror nem era pulido. Era sujo, feio e meio distorcido. Este segue-lhe os passos das duas maneiras. Do ponto de vista narrativo, visto ser sequela, e do ponto de vista conceptual é uma versão polida do anterior. Mais violento ao nível psicológico, sempre dando ao espectador a sensação de “isto podia-me acontecer a mim“. Bastante gráfico e cru.

Rob Zombie mete sempre nos seus filmes a sua amada esposa Sheri Moon Zombie, cuja aparência é bem mais agradável que o nome. Os actores são muito bem escolhidos, bom casting. Não há aquela aura ariana e loura de Hollywood, são só pessoas feias e pessoas vulgares. Zombie acaba por marcar pontos na montagem e no passo que impõe ao filme, nunca deixando que as coisas morram, quer dizer, pelo menos ao nível narrativo e evolutivo da história.

2 Comments

  1. nunca vi nem o House of 1000 Corpses nem este The Devil’s Rejects…
    a ver se trato disso e dou algum uso ao tráfego internacional durante esta noite

  2. Paulo Ferreira

    April 15, 2009 at 4:03 pm

    Também sigo com alguma atenção Rob Zombie deste os White Zombie, mas confesso que a sua participação no sacrilégio que foi “refazer” o “Halloween” fê-lo descer um pouco na minha consideração. Enfim, se até o próprio Carpenter andou metido nisso…

Leave a Reply

© 2020 CinemaXunga

Theme by Anders NorenUp ↑

%d bloggers like this: