CinemaXunga

Desde 24 de Junho de 2003

Planetary (Warren Ellis) – Banda Desenhada

Tenho andado entretido com a epopeia de Elijah Snow e do seu grupo de “arqueologia do impossível”, Planetary. Escrito com a imaginação multidimensional e sempre perturbadora de Warren Ellis e com a arte a cargo de John Cassaday, Planetary lida (entre imensas outras coisas) com a possibilidade de infinitos universos paralelos, em que todas as possibilidades são contempladas. Um grupo de supra-humanos iluminados tem capacidade de viagens interdimensionais e existe ainda um grupo que cria universos paralelos on demand. Isto significa que tudo pode acontecer. Mandar um balázio na nuca ao Rato Mickey? Porque não? É uma questão de criar o universo apropriado. Mas não é isso que me fez escrever sobre esta magnífica obra. É que a Newscientist deste mês fala sobre o supracitado multiverso e de indicações científicas de que realmente existe. Junto anexo a capa da revista.

Planetary não é só Multiverso. Em vez de haver a habitual equipa de super-heróis em sessões bofetada intermináveis, temos uma equipa de arqueólogos do século XXI que procuram descobrir a verdadeira história do século passado, os verdadeiros intervenientes e a realidade por detrás daquilo que a opinião pública regista. São 27 revistas muito exóticas, todas diferentes entre si e sempre com uma história contada de principio ao fim dentro de cada número, além do habitual arco de narrativa mais amplo que evolui de revista em revista.

Ando completamente viciado em Warren Ellis. A sua imaginação transborda de pormenores e cenários que surpreendem quase página a página. E nesta série o cenário que ele criou permite-lhe extravazar as mais improváveis linhas e direcções que faz sempre sentido.

4 Comments

  1. Estou a planear reler os 27 de seguida!

  2. Faltam-me 5.

  3. OW criatura abominável!!!!!!!!!!!!!!! vc entende de Cinema???? vc já viu pelo menos 01 dos filmes ao qual se refere como merda????_vai dormir assistindo AVATAR!!!!!!!!!!!

  4. Vou por estes dias começar a ler isto mas não foi por isso que vim aqui. Foi para recomendar uns gajos que descobri recentemente e dos quais basicamente li tudo nos últimos dias: Luna Brothers. Têm três coisas editadas, uma mini-série engraçada chamada Ultra e duas séries brilhantes, de 24 livros cada, chamadas Girls e The Sword. É das coisas mais engrçadas que tenho lido em BD ultimamente. O Ultra poderia ser uma espécie de Sexo e a Cidade meets Watchmen, o Girls e o The Sword são pura e simplesmente muito muito bons.

Leave a Reply

© 2019 CinemaXunga

Theme by Anders NorenUp ↑

%d bloggers like this: