CinemaXunga

Desde 24 de Junho de 2003

Tag: baixo orçamento

Midnight in Paris (2011)

Midnight in Paris

Oh l’amour, toujours l’amour! Paris, a cidade do amor, das luzes, da boémia intelectual, da cultura, das artes e de tudo o que o departamento de marketing da agência para o Turismo parisiense consiga enfiar nos cartazes. Paris, cidade realmente fascinante que conheço bem e que gosto com contido entusiasmo. Paris, cidade onde Woody Allen realizou a sua última extravagancia intelectual  com um índice alucinogénico elevado, mesmo para ele, onde actores já fugiram de dentro dos filmes para a realidade, viajantes do tempo já conheceram as máquinas orgásmicas do futuro e onde até já pudemos ver na primeira pessoa o funcionamento da zona do corpo humano responsável pelo orgasmo  masculino. Do filme já vamos falar de seguida, da cidade só acho que tem um defeito: está cheia de franceses…

Rubber (2010)

rubber_fantastic_fest_image

Há coisas que não fazem sentido. Usar a expressão “email de casa” para definir uma conta de correio electrónico que pode ser acedida em qualquer parte do mundo é uma dessas coisas. Roupa para cão, gravatas, distribuidores automáticos de tostas mistas, strapons, double dongs e religião. E podia continuar o resto do dia. No entanto aprendemos a conviver com elas e se para nós já é normal ver um filme como Pretty Woman em que uma puta de rua, cheia de Sida, se transforma numa princesa ao encontrar o amor sob a forma de um abastado cavalheiro que não interessa pelo seu passado, porque não acreditar que um pneu pode ganhar vida com poderes telepáticos com o intuito de ser um serial killer?

Continue reading

Top 10 Cinema Low-Budget e Ultra Low-Budget

Inspirado que fui por um email do Dermot, trago-vos a minha lista de filmes de baixo orçamento. Incompleta, como todas as listas que se prezem, mas honesta. São 10 filmes que souberam gerir a ausência de capital para ainda assim criarem obras de relevo.  Alguns nem de limões precisam para fazer limonada. Às vezes tão simples como ser astuto na escrita ou manusear a câmara de maneira pouco ortodoxa, outras vezes usar a cozinha da mamã para criar efeitos especiais de qualidade surpreendente. E sem mais demoras, vamos para o número 10.

10 – Eraserhead (1976) – David Lynch

Filmado a preto e branco, minimalista e sob uma desconfortável e constante banda sonora industrial, é uma verdadeira orgia de surrealismo. David Lynch fez a festa com meia dúzia de tostões e os cinéfilos mundiais à procura de novas sensações e conceitos adoraram. Vi este filme em Coimbra, no tempo das salas de cinema majestosas acompanhado por 7 pessoas que no final do filme eram só 3. Foi a primeira vez que vi um homem assumir a paternidade de um frango assado. E talvez tenha sido também a última.

Continue reading

Dead Meat (2004)

deadmeat

O vírus das vacas loucas sofre uma mutação e é passada para a raça humana através de uma vaca enraivecida e diabólica. Dois turistas perdem-se na Irlanda rural e, num bizarro acidente, acabam por se encontrar rodeados de zombies. Cabe a Desmond, o coveiro local, ajudar a bela Helena numa luta de morte ou… morte. Mas sobreviver no campo infestado de zombies não é fácil, pior ainda quando um exército de vacas zombie (loucas, of course) ameaça encurtar substancialmente a vida aos nossos amigos. Conseguirão eles escapar a esta situação complicada? O que é que isso interessa? Desde que haja carnificina zombie de série B, numa produção quase caseira, recheada de humor negro!…

Continue reading

© 2019 CinemaXunga

Theme by Anders NorenUp ↑