CinemaXunga

Desde 24 de Junho de 2003

Tag: vietnam

House (1986)

House (1986)

Um dos exemplos que dou com mais frequência para ilustrar o aumento do custo de vida nos últimos 25 anos é a ida ao videoclube. Quando era jovenzito era bastante comum estar em casa à sexta, pedir ao meu pai para me levar ao videoclube para escolher um ou dois filmes. Domingo à noite lá estávamos para o devolver. O custo no orçamento familiar de uma destas operações era muito baixo, praticamente não se contabilizava o preço da gasolina. Estamos a falar de distâncias que podiam ir dos 35 aos 40 Kms, ida e volta. Hoje, se ainda existisse essa sagrada instituição que é o videoclube, o preço seria diferente. Vamos dar aqui um valor de 3.5€ por filme. Num carro normal, prevendo metade desse circuito em cidade, o valor do combustível seria aproximadamente 6 euros. Muita coisa mudou, coisas boas que nos aumenta a qualidade dos visionamentos. O que não existe já é ansiedade boa da antecipação de ir buscar os filmes. Sniff… Adiante, falemos de filmes.

Continue reading

Missing in Action (1984) – Versão Betamax

Ser apanhado a ver Missing in Action é como ser apanhado a meio de uma sessão de masturbação, não há maneira de justificar de um modo lógico e coerente o nosso acto. Tudo parecerá sempre uma desculpa esfarrapada dada por um(a) crápula. Mas este filme tem mais elos com essa actividade lúdica tão popular que é o onanismo. Também ninguém admite que vê ou já viu Missing in Action e todos nos sentimos culpados no final. Poderíamos ter aproveitado este tempo perdido para fazer coisas construtivas… Numa altura em que a canonização de Chuck Norris se encontra praticamente concluída, resta-me revelar ao mundo um poderoso segredo perdido nos tempos. Uma verdade tão brutal que ameaça fazer colapsar toda a estrutura institucional do cinema de acção dos anos 80. Afinal Chuck Norris é mesmo uma lenda da bofetada ou é apenas mais um labrego de chapéu de cowboy?

Continue reading

Chuck Norris can divide by zero!

Rambo: First Blood Part II

screenshot044

Este fim de semana revi o Rambo 2. Foi tal a dose de matança que fez de mim mais homem. Como se me tivesse crescido um quarto testículo. Uma vontade imensa de estripar apoderou-se de mim mas depressa esmoreceu quando Rambo cedeu ao romance e beijou a chinesa. Já não me lembrava dessa cena. Mas o amor é rapidamente interrompido pela execução sumária da amante oriental (uma rajada de balázio nas mamas). E a partir daqui é morte, destruição, carnificina, violência gratuita e uma eterna existência onanisma para o nosso musculado herói.

Continue reading

© 2017 CinemaXunga

Theme by Anders NorenUp ↑