CinemaXunga

Desde 24 de Junho de 2003

Hitman (2007)

hiitman2007

Pior do que um jogo adaptado de um filme só um filme adaptado de um videojogo. Sendo a verdade reconhecida internacionalmente, qual a fórmula para fazer chegar às salas multidões de barrascos à espera de não adormecer? Oferecer um bilhete de cinema em troca de um estupidamente inflacionado pacote de pipocas e a promessa de, possivelmente e com sorte, poderem ver de soslaio uma ponta da mama da protagonista ou um pouco de sexo simulado. Grande trabalheira quando podiam simplesmente parar ao lado de uma estação de serviço perto de um milheiral, gamar 5 espigas de milho e comprar o “Bobby, o cão lambão” por 8 euros… Com a vantagem de poderem esgalhar o pessegueiro na privacidade do lar, coisa incomodativa de fazer no cinema.

Mas terá Hitman conteúdo suficiente para fazer sequer uma crítica de cinema? Talvez. Pessoalmente não me sinto assim tão certo. Pior que ser um filme terrivelmente horrendo é o facto de se levar a sério, passando a mensagem ao cinéfilo de que somos uns sortudos por estarmos perante uma tal obra prima que deviamos baixar as calças e enfiar dois dedos no cu em sinal de respeito. Uma tal falta de sentido de humor digna de um cardeal patriarca.

E tem realmente a tal mama da gaja ou um bocadinho de sexo? Tem qualquer coisa, mas provavelmente excitar-me-ia mais com um especial Pinheiro Manso no Tree Channel. E o que mais me irrita é que eu faço parte daquele grupo de pacóvios que vai ver todas as adaptações de BD e videojogos sempre com a esperança de que “É desta, caralho, é desta!”. E nunca é desta. E nunca percebemos o padrão. E nunca percebemos que BD / Cinema / Videojogos são incompatíveis, como banha de porco e vinho tinto de pacote. Nunca há-de chegar o dia, meus amigos. Temos talvez o Sin City, mas aposto que esse foi desenhado como se fosse um argumento cinematográfico e Roberto Rodrigues is the Man!

Se alguém gostou deste filme, levante o cu do computador e peça à primeira pessoa que encontre “Chuta-me os tomates como se fosse um penalty!”. E se for uma gaja? Duvido que alguma vez uma gaja no seu perfeito juizo veja esta porcaria. As porcarias que as gajam vêem são de outra estirpe.

NOTA DO EDITOR: Este post é de arquivo, daqueles que eu às vezes meto aos fins de semana para encher chouriços. Só queria acrescentar que poderei estar errados nalgumas verdades absolutas que proferi em cima depois de ter visto o Watchmen.

3 Comments

  1. Porra, eu também faço parte ” daquele grupo de pacóvios que vai ver todas as adaptações de BD e videojogos sempre com a esperança de que “É desta, caralho, é desta!”. “. Salve-se o Watchmen, Batman Begins, X-Men 2 e pouco mais…

  2. Mais um filme que julgo merecer o galardão “grande bosta”!
    Suponho que me possa juntar a essa lista de pacóvios, devíamos criar uma comunidade!

  3. Boa noite!
    Tens de me tirar uma dúvida, não consideras o 300 uma boa adaptação de BD a filme? É que só costumas referir o Sin City(por causa do R.Rodriguez)..
    E sim, o Hitman é um grande monte de esterco.

Leave a Reply

© 2019 CinemaXunga

Theme by Anders NorenUp ↑

%d bloggers like this: