CinemaXunga

Desde 24 de Junho de 2003

Usenet da Telepac, a maior incubadora nacional de cinéfilos

utilizador-telepac

Todos estamos habituados a larguras de banda supersónicas, serviços web 2.0 que vieram tornar obsoleta a necessidade de saber ler mais de 140 caracteres de cada vez e interfaces gráficos tão pesados que nos obrigam constantemente a renovar o parque informático para fazer exactamente o que fazíamos há 20 anos atrás. Aceder a filmes no seu formato “não legal” é tão natural como respirar e mesmo aquele amigo que abusa da expressão “o computador está a pensar” e faz “remover hardware com segurança” para não apanhar vírus sabe como sacar uma cópia de boa qualidade do último blockbuster que foi lançado em DVD. Mas tempos houve em que não era assim, tempos antes dos blogs e das redes sociais, tempos antes mesmo dos sites dinâmicos em que o gif animado servia para colocar um símbolo “under construction” a rodar todas as cores do espectro em páginas adormecidas. O acesso a pirataria fazia-se pelos servidores de newsgroups (usenet) da Telepac.

A razão principal deste acesso pelos newsgroups prendia-se pelo facto de haver uma descriminação de tráfego no que diz respeito à sua origem. Os packs de banda larga só permitiam acesso a 1 ou 2 GB de tráfego internacional (seja lá o que isso for) e tráfego ilimitado nacional. Então ou se recorriam aos happy hours (tráfego não contabilizado das 00:00 às 08:00) ou lá iamos nós fazer refresh aos newsgroups de binários da telepac onde bons samaritanos com acesso a linhas internacionais ilimitadas nos disponibilizavam os tão apetecíveis títulos.

Apesar de ser possível comunicar pelos próprios newsgroups, ninguém o fazia além do ocasional “foda-se, falta-me um ficheiro. posta lá isso bacano.” ou “já tenho os ficheiros todos. e agora?”. Além de não se usar capitalização no início das frases, o uso da palavra “Bacano” era ainda socialmente aceite sem a associação ao estigma da toxicodependência e à prostituição masculina.

E foi nesse ambiente de newsgroups e usenet que se criou uma comunidade de cinéfilos que ultrapassou a fronteira  da pirataria para uma bem disposta e tolerante tertúlia. Funcionava em volta de foruns sendo que os principais foram o newsgroupspt.com e o newsgforum.com (corrijam-me se estiver errado). Foi nessa efervescência que esta comunidade se começou a entusiasmar com o cinema mundial, fora de Hollywood, e a ver para além daquilo que os mercados nos impingiam e a perceber que o que nos era mostrado pelos nossos provedores de conteúdos era apenas uma ínfima parte do espectro daquilo que é o Cinema.

A comunidade cresceu, amadureceu, começou a ganhar asas e hoje é constituída por respeitáveis cavalheiros que espalham o seu charme pelo seus blogs, empresas do ramo cinematográfico ou em lixeiras a céu aberto onde ainda procuram caricas de Spur Cola Canada Dry para acabar a caderneta do Flash Gordon. Um grupo ecléctico, uma verdadeira amostra de vida real.

Para quem quiser saber como funciona a usenet e como se sacava alarvemente sem consciência criminosa e social, cliquem neste link deste gentil senhor que se prestou a escrever um manual de utilização. Não vos servirá de nada, porque pelo que li na investigação aprofundada que fiz para este artigo candidato a vários prémios de jornalismos, os newsgroups da telepac foram com o caralhinho.

http://tutorial-info-dica.blogspot.pt/2009/05/tutorial-newsbin-nacional-para-netcabo.html

Nota 1: Na imagem que acompanha este post pode ver-se uma utilizadora típica da telepac a discutir num forum a importância de Kurosawa na narrativa de Star Wars e das implicações desta trilogia (a original) no desenvolvimento de  Chan-wook Park como realizador de referência no ocidente.

Nota 2: Com pirataria quero na realidade dizer “backup preview”, porque só depois de comprar o filme legalmente por preços fortemente inflacionados (+portes bem esgalhados) é que podíamos aceder à cópia que fazíamos online para não meter dedadas no DVD.

under_construction_animated

3 Comments

  1. Jasux, velhos tempos!
    Era newsgroups e o velhote dc++, com as estonteantes velocidades de 4/5kb’s

  2. Bom, os newsgroups já são utilizados ah muitos anos, muito antes da happy hours, RDIS e ADSL (no tempo dos velhinhos modems onde não havia diferença entre trafego internacional e nacional) e ainda hoje são o principal motor dos ditos filmes de backup, como de toda pirataria em geral, não são é tão conhecidos.

Leave a Reply

© 2019 CinemaXunga

Theme by Anders NorenUp ↑

%d bloggers like this: