Desde 24 de Junho de 2003

Cop Out (2010)

Fosse este filme realizado por um monte de merda qualquer e eu teria escarrado e mijado por ele abaixo e seguiria a minha vida imune ao seu inerte sentido de humor e à sua estéril contribuição para a historia da 7ª arte.  Acontece que o realizador deste filme não é um monte de merda qualquer. É um monte de merda especial que já realizou alguns dos meus filmes preferidos, criou alguns personagens que venero e já foi ele próprio um icon da cultura junkie/geek vestindo a longa gabardina de Silent Bob. Estou a falar, obviamente, de Kevin Smith, esse gordalhufo que sabemos capaz de produzir genialidade, e que no entanto parece andar perdido num inferno de tarefeiro hollywoodiano a fazer um filme, que à sombra do conceito das “homenagens”, é na realidade um exemplo de unidimensionalidade amorfa que lhe pode valer o prémio “Era atar-te os tomates à traseira do comboio das 9 e dizer-te adeus com um lenço branco”.

Já não é a primeira vez que Kevin Smith pisa na bola (honremos os brasileiros que nos visitam). Já em Jersey Girl produziu um falhanço tal intensidade que a imagem de Jennifer Lopez teve que ser removida de todos os cartazes devido à fama de actriz horrenda que tinha e ainda tem. A não ser que a tivessem colocado nua, mas de costas, de joelhos a esfregar o chão ou a apanhar uma moeda. A inclusão de Ben Affleck nesse filme também não ajudou. Todos sabemos que deficiência mental e ciências de palco não combinam. Olhando agora para o passado e revendo mentalmente a carreira de Smith, tirando os 6 filmes do universo Viewaskew só se aproveita Zack and Miri Make a Porno. E mesmo assim poderia ter ido muito mais longe.

Cop Out é desde início uma “homenagem” aos filmes de duplas de polícia dos anos 80. E esse conceito é nobre, não o nego. O problema é que o grande (literalmente) Kevin tem medo que as pessoas não percebam e insiste tanto em que se note esta intenção que mais valia ter feito um monólogo após cada cena para se explicar. Como se isso não bastasse, após cada referência a um filme ou série tem alguém que dizer, usando vários artifícios, de que filme ou série se trata. Podem então imaginar o tipo de humor que temos a partir daí. Bruce Willis não se esforça . Parece passar o filme todo embaraçado por estar ali presente. O colega dele, o comic relief ou side kick, é de um tal nível de palhaçada que nem sequer o conseguimos identificar como estando a interpretar um personagem credível. É literalmente o palhaço pobre desta dupla de circo.

Estereótipos cartoonescos, uma catadupa de infindáveis clichés, personagens desnecessários, tentativas de humor mortas à nascença, enfim, um churrilho infindável de características de uma produção spoof, como os “qualquer coisa MOVIE”. É mais uma overdose dos cada vez mais insuportáveis 80s. Eu só vi até ao fim por vir de quem vem, senão até teria preferido passar a tarde a ensebar o varão à conta de um VHS da Cicciolina que encontrei a semana passado no sótão.

5 Comments

  1. Helder Oliveira

    Lamento discordar mas os “qualquer coisa MOVIE” ainda conseguem ser melhores.
    O filme no todo é muito mau; não tem ponta por onde se lhe pegue – então a interpretação do side kick….
    Horas perdidas a somar ao anterior filme comentado (só que este não tinha uma menina que se aproveitasse quanto mais um bom par de mamas).
    Abraço

  2. pedro

    Sim, um parzinho de mamas era capaz de aliviar a pressão.

  3. sinnercitizen

    sendo a alternativa um VHS da Cicciolina, nem sei o porquê da hesitação… depois de ter visto trailer há um par meses, pensei para comigo, era capaz de ver mais depressa uma maratona de filmes do João Broncas do que isto, mas…

  4. Paulo Ferreira

    Não era este que era para ter como título “A Couple of Dicks”? Assim pelo menos salvava-se a irreverência do título. 🙂

  5. pedro

    Era este mesmo que era para ter o título “A Couple of Dicks”. Aliás, essa expressão é usada lá pelo meio, um bocado diluída. Provavelmente seria irreverente demais para uma América cada vez mais puritana, não sei.

Leave a Reply

© 2021 CinemaXunga

Theme by Anders NorenUp ↑

%d bloggers like this: