CinemaXunga

Desde 24 de Junho de 2003

Os Deuses Devem Estar Loucos (1980)

gods

Todos aqueles com compraram um vídeo (VHS) ou eram sócios de um clube de vídeo em 1987 estão porventura familiarizados com este filme. Era muito popular, juntamente com a saga “Gente Gira” e todos aqueles filmes italianos falados em inglês de mundos pós-apocalípticos.  Ora, quem não se riu desalmadamente no sofá só por haver cenas em câmara rápida? Sim, porque na altura o pessoal era tão impressionável, que o simples facto de haver câmara rápida já satisfazia. Isso e a imagem a andar para trás. Todos os finais de anos, era um fartote com aquelas montagens de futebol, em que alguém caía e depois se levantava em reverse. Isso eram grandes tempos. Todos queríamos abater robots do espaço e o nosso ídolo era o Michael Knight.

A história é simples. Um tipo de uma tribo do deserto de Kalahari tem o seu primeiro encontro com a civilização através de uma garrafa de coca-cola caída do céu. Leva-a para a aldeia e encontram-se múltiplas utilidades para esta maravilha tecnológica. Vai daí, toda a gente começa a lutar para ter o seu magnificente poder. N!Xau, um homenzinho de 1.46m decide levar a garrafa para fora da aldeia de devolvê-la a Deus, entidade que eles julgam ser responsável pelo envio. Depois N!Xau zarpa pelo deserto e vai encontrar… civilização!

Ora bem, isto é extremamente racista e o filme é mesmo ao estilo de apartheid, da raça branca superior, das casas de banho separadas e outras paneleirices. Mas na altura ninguém se apercebia disso. Ou seja, a mensagem era passada sem ruído. Engrandeceu o estereotipo de que todos os pretos são estúpidos e na selva então são piores que macacos.

O certo é que o sucesso foi tanto que se fez uma parte 2, em 89. Depois, como o oriente é a terra das sequelas, N!Xau ainde teve oportunidade de protagonizar mais 3 filmes, sendo o último em 1994. Estas 3 últimas eram produções de Hong Kong, com distribuição apenas asiática. Acabou por generalizar a imagem do negro burro, que só tinha paralelo em África e América do Norte, onde toda a gente pensava que todos os chineses sabiam Karaté. Mesmo hoje em Hollywood quando aparece um chinês, de certeza que é ninja…

N!Xau, de seu verdadeiro nome Xixo, acabou por morrer em 2003. Depois da sua vertiginosa carreira ter acabado, pegou no dinheiro que conseguiu sacar aos brancos que o escravizaram e tornou-se agricultor de sucesso.

Este é também o único filme conhecido no mundo ocidental que tem proveniencia do Botswana.

3 Comments

  1. Um dos filmes cómicos da minha infância…

  2. Pedro, podias alterar o endereço dos meus blogs? Tive uns problemas com um conhecido meu, que literalmente apagou os meus estaminés.

    Sendo assim o 35mm agora fica em:
    http://www.em35mm.blogspot.com

    o thesubsidal passa para:
    http://www.discursobonito.blogspot.com

    Cumprimentos e obrigado!

  3. Este é um daqueles filmes de humor memoráveis mesmo. É certo que ridiculariza as pessoas das tribos, que por viverem á margem da sociedade civilizada são colocados em situações onde o ridiculo impera. Mas àparte de tudo isso e das leituras que se podem fazer, o certo é que rendeu dois filmes de partir a rir. As cenas dele a conduzir um jipe em marcha-atrás mas sentado no capõ para ele ir a direito são uma entre imensas situações hilariantes. Ahh… e o ter de ir até ao fim do mundo, sempre em linha recta é mesmo… só nesses tempos se faziam comédias verdadeiramente de rir. Onde há filmes assim nos dias de hoje?

Leave a Reply

© 2018 CinemaXunga

Theme by Anders NorenUp ↑

%d bloggers like this: